ÚltimasNotícias

Luan Santana interage com plateia e ri de resposta sobre sexo com fãs

Luan Santana interage com plateia e ri de resposta sobre sexo com fãs

Publicado dia 22 / 01

Luan Santana é sócio do Domingão do Faustão e faz questão de lançar todos os seus trabalhos no programa. Com “1977” não foi diferente. O DVD tem participações especiais de Ivete Sangalo, Anitta, Marília Mendonça, Ana Carolina e da atriz Camila Queiroz, além de Sandy, que foi convidada por ele para participar da atração e cantar a seu lado no palco do amigo Faustão. À vontade, o cantor interagiu bastante com a plateia.

Primeiro, ele se aproximou do público enquanto cantava o sucesso “Eu, Você, o Mar e Ela”. Nesse momento, ele tirou uma fã para dançar e a moça ainda cantou um trecho da música com ele.

Depois, a repórter Renata Longaray disse que outra fã queria fazer um pedido para ele. Maria Helena, de Manhuaçu (MG), disse que queria que ele cantasse “Cê Topa?”. Ele disse que topava cantar se ela fosse cantar com ele, o que ela fez sem pestanejar. Depois de fingir que sairia correndo dela, ele a recebeu com um abraço. Durante a música, ele ainda tirou os óculos da fã e colocou no próprio rosto.

Confira o vídeo:

 

Luan Santana – Eu, você, o mar e ela

 

Luan Santana – Dia, lugar e hora

 

Luan Santana – Acordando o prédio

 

Fonte: Gshow

 

 

 

 

Publicado dia: 22 / 01

Escrito Por: Nathalia Aquino

Nas Categorias: Notícias

Luan Santana e Sandy cantam juntos no ‘Domingão’: ‘Minha princesa’

Luan Santana e Sandy cantam juntos no ‘Domingão’: ‘Minha princesa’

Publicado dia 22 / 01

Se um é bom, imagine dois dos maiores ídolos da música no Brasil juntos no mesmo palco. Pois quem ligou no Domingão do Faustão neste 22/1 teve o privilégio de ver o encontro de ninguém menos que Luan Santana e Sandy no programa. A cantora é uma das convidadas do último DVD dele, “1977”, e foi chamada para cantar com ele a música que os dois gravaram juntos.

“Ô, minha princesa”, recebeu o cantor, carinhoso, quando a amiga entrou no palco. Sandy, por sua vez, elogiou bastante o rapaz. “Ele é 200 por hora, mas ele é bonzinho, é fofo, é um doce”, contou. “Ele é um cara muito talentoso, admiro muito. Ele tem mérito, tem talento, sabe o que está fazendo.”

De surpresa, Faustão propôs que os dois improvisassem uma música que não estava combinada. Foi quando eles decidiram cantar “A Lenda”, um dos maiores sucessos da época de Sandy & Junior, quando a cantora cantava com seu irmão.

Na sequência, eles apresentaram a música “Mesmo Sem Estar”, que está no DVD dele. “Tem tudo a ver com ela e tem tudo a ver comigo”, avaliou Luan. “A Sandy trouxe para o DVD o romantismo, a leveza.” “Combinou com a gente, né?”, concordou a bela.

Começo do programa

 

Luan e Sandy – A lenda

 

Luan e Sandy – Mesmo sem estar

 

Confira algumas fotos da apresentação deles no Domingão:

luansandy.jpg luansandy1.jpg luansandy2.jpg

Fonte: Gshow

Publicado dia: 22 / 01

Escrito Por: Nathalia Aquino

Nas Categorias: Notícias

Menino internado há 2 anos em UTI tem alta após visita de Luan Santana

Menino internado há 2 anos em UTI tem alta após visita de Luan Santana

Publicado dia 21 / 01

O pequeno Caique, de apenas três anos, que estava internado há dois anos e três meses na UTI de um Hospital de Praia Grande, no litoral de São Paulo, por conta de uma atrofia muscular espinhal, recebeu, na última quinta-feira (19), a visita do cantor Luan Santana, de quem é fã. O sertanejo estava na cidade para o show especial de aniversário de 50 anos do município e, depois de uma campanha nas redes sociais, foi conhecer o pequeno. Mas a melhor notícia veio um dia depois, na sexta-feira (20), quando o menino recebeu alta médica e poderá continuar o tratamento em casa com um ‘home care’.

A história do Caique e do pai dele foi contada pelo G1 em agosto do ano passado. Durante todo o tempo em que o filho mais novo permaneceu internado no Hospital Irmã Dulce, Genival Francisco de Almeida, de 34 anos, dormiu todos os dias com o menino e ficou conhecido pela equipe médica como ‘super pai’, justamente pelo exemplo de dedicação e carinho. O sonho de Genival era um dia poder levar o filho para casa. E esse dia chegou.

“Ele veio para cá no colo. Ficou todo esse tempo (dois anos e três meses) acamado. É um choro de alegria, mas o primeiro quando chegamos aqui foi de tristeza. O importante é que ele venceu e mostrou que é mais guerreiro do que muita gente. Vamos para casa”, comemorou o pai com um sorriso largo poucos minutos antes de deixar o hospital junto do filho em uma ambulância.

Caique é o filho mais novo de Cristiana e Genivaldo. Ele nasceu de parto normal em junho de 2013. Aos cinco meses de idade Caique começou a ficar com o corpo “mole”. A princípio, quando foi internado pela primeira vez com falta de ar, a suspeita era de H1N1, o que foi descartado após um exame no Hospital Guilherme Álvaro, em Santos. O garotinho tinha, na verdade, atrofia muscular espinhal, o que faz com que ele perca a potência muscular e não consiga andar. Ele depende de aparelhos para respirar e se alimenta por sonda.

Ainda emocionado e caminhando pelos corredores do hospital, Genival cumprimentou os enfermeiros com quem viveu a rotina dos últimos anos. “É a primeira vez que ele (filho) sai. É uma sensação inexplicável. Foram mais de dois anos esperando e eu consegui. Muita gente me ajudou. Obrigado a todos”, agradeceu o morador de Mongaguá.

Um dias antes de deixar a unidade hospitalar, Caique recebeu a visita do cantor Luan Santana. Segundo os familiares, o garoto é fã do sertanejo. Sabendo disso, a assessoria do Irmã Dulce iniciou uma campanha pelas redes sociais para que o artista visitasse Caique. E deu certo.

O pequeno, no entanto, estava dormindo durante a visita. Mesmo assim, Luan fez questão de gravar um vídeo deixando um recado para Caique. Uma mensagem de força e esperança, afinal, nos últimos anos a família passou também por vários problemas financeiros atrelados ao quadro de saúde delicado do filho. Foi graças às doações e ajudas de muitas pessoas que a família conseguiu o ‘home care’ para dar uma melhor qualidade de vida ao menino.

“A Justiça determinou que o plano de saúde custeasse o home care (em torno de R$ 30 mil) para o Caique, mas eles só poderiam instalar os equipamentos em um local adequado e a casa deles na época não comportava. Eles até tinham uma outra residência adequada, mas estavam perdendo o imóvel por dívidas, quando um empresário fez uma doação e recuperou a casa que tinha condições”, explicou o jornalista Antonio Cassimiro, um dos responsáveis por divulgar a história de Caique na internet e pedir a visita do artista.

Com duas boas notícias praticamente no mesmo dia, o pai de Caique saiu do Hospital com a melhor sensação possível e a esperança de um futuro menos desgastante para o filho. “É a sensação de missão cumprida”.

Confira o vídeo gravado pelo Luan:

Fonte: G1

Publicado dia: 21 / 01

Escrito Por: Nathalia Aquino

Nas Categorias: Capa

VOTAÇÃO | Cantor Luan Santana é indicado a 2 categorias no Troféu Internet.

VOTAÇÃO | Cantor Luan Santana é indicado a 2 categorias no Troféu Internet.

Publicado dia 09 / 01

Inicio de 2017  não poderia ser diferente para o cantor Luan Santana. Luan já começou o ano com duas indicações no “Troféu Internet” um dos prêmios mais importantes da atualidade realizado pelo SBT.

Hoje (09) saiu a lista com os indicados em 20 categorias e Luan está concorrendo como: Melhor CantorMelhor Música com, Eu, você o mar e ela.

A votação tem um período de 40 dias após a divulgação dos indicados, os fãs poderão votar até dia 09 de Fevereiro. A data da premiação ainda não foi divulgada pelo SBT.

Vote pelo site: http://www.sbt.com.br/trofeuinternet/

Fonte: Raio Santana

Publicado dia: 09 / 01

Escrito Por: Nathalia Aquino

Nas Categorias: Notícias

Amarildo Santana, pai e empresário do cantor Luan Santana, conta como administra a carreira do filho.

Amarildo Santana, pai e empresário do cantor Luan Santana, conta como administra a carreira do filho.

Publicado dia 05 / 01

A capa da 1º edição da Revista US (Universo sertanejo) escrita pelo jornalista André Piunti é com Amarildo Santana, pai e empresário de Luan Santana. Figura que pouco dá entrevistas, é um personagem interessante que deixou a profissão de bancário para assumir a gestão de uma carreira artística, mundo pelo qual nunca havia imaginado passar.

Confira a entrevista completa realizada na LS Music, escritório que recentemente foi transferido para a região de Alphaville, em Barueri, onde a família de Luan mora. A conversa de pouco mais de uma hora teve a participação da Arleyde, assessora de imprensa do Luan, que ajudou (como sempre faz) a viabilizar essa capa, que contou também com o aval do próprio Luan, já que o pai não é, como já dito, afeito a entrevistas.

O pai presente 

Amarildo Aparecido de Santana, 52, é nascido em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. Formou-se em Ciências Contábeis pela FIFASUL, e durante 25 anos atuou em bancos. Passou pelo Nacional, Unibanco e Itaú.

Estabilizado, casado e com dois filhos, escolheu se demitir, em 2010, para cuidar da carreira de Luan Santana, que parecia promissora.

Tentou, é verdade, negociar uma demissão. Não funcionou. Saiu sem nenhum centavo, receoso por não ter conhecimento algum sobre o meio musical, preocupado com o que poderia acontecer nos anos seguintes.

Amarildo Santana, ou o “seu” Amarildo, é um dos empresários musicais mais discretos do mercado. Dá poucas entrevistas, frequenta poucos shows e quase não se lê notícias a seu respeito.

Em junho de 2016, decidiu trocar o escritório de Moema, em São Paulo, por um em Barueri, onde mora com a família. A intenção, além da qualidade de vida, era a de poder contar com Luan, mesmo que eventualmente, no escritório.

Visitei seu Amarildo no final de novembro para entender como um ex-bancário administra uma das carreiras musicais mais bem-sucedidas da última década.

news-l

O empresário discreto

“Eu sempre tive essa preocupação em sair do banco e a carreira do Luan não dar certo, de perder um emprego de 25 anos. No início, a gente não sabia no que ia dar, foi uma aposta. A Dagmar (Alba), assessora de imprensa na época, me falava pra eu tomar cuidado pra não misturar o pai e o empresário. Ela tinha razão. Havia alguns exemplos que deram errado e eu me apegava bastante a isso, tinha certo receio. Por isso que, quando eu entrei, cheguei com o conceito de ficar na retaguarda só dando suporte, e tomar a frente quando surgisse algo muito importante, uma reunião, uma questão muito séria. Sigo assim até hoje. Se eu aparecer demais, posso começar a atrapalhar”.

Como funciona a estrutura da LS?

Ao todo, com o pessoal de estrada, São Paulo e Londrina, são 49 funcionários. Aqui em São Paulo, nós temos quatro divisões muito claras. O Serginho (Sérgio Bianchini) cuida dos shows, o Kezinho (Badilho) cuida da parte das rádios, e a Juliana (Thomé) fica com a parte das redes sociais. Os três ficam aqui no escritório, a gente tá sempre em contato. Temos também a Arleyde (Caldi), que cuida de tudo relacionado à imprensa na carreira do Luan. Como eu te disse, eu não posso interferir no trabalho deles. Se eu começo a frequentar muitos shows, os contratantes pegam intimidade e me ligam direto, e assim não funciona. O Serginho tem autonomia pra cuidar disso. Pode errar, acertar, mas tem autonomia. Dessa maneira as coisas funcionam bem melhor.

O que o Luan fica sabendo em relação a discussões e problemas que se passam dentro do escritório? Vocês discutem trabalho em casa?

Eu tento passar tudo o que acontece pra ele, mas ele não quer ouvir muita coisa. Um dia fui bater papo e tomei esporro. Por isso que nós mudamos aqui pra Alphaville, pra ficar perto de casa, pra ele poder vir e conversar aqui. Eu tava mesmo extrapolando, falando de faturamento, de gastos, e ele olhou e disse: “pô, vâmo parar de falar de trabalho um pouco em casa?”. Você começa a se envolver tanto, querer tanto que dê certo, que exagera. É o costume de atingir as metas do banco, você esquece de todo o resto e fica bitolado naquilo.

img155

Quando chega um convite para participar de algum projeto na TV, algum programa especial, quem dá a palavra final?

Eu ouço muito a opinião dele, mas quem tá no dia a dia da estrada, do escritório, é a gente. Então, tem toda uma conversa antes de qualquer decisão. Ele é o artista, pensa mais na comodidade dele, mas a gente tá aqui pra pensar no relacionamento e no profissional, se determinada atitude vai ser boa pra carreira dele ou não. Quando não é legal, a gente fala com a Arleyde e ela respeita. Claro que tem vezes em que eu e ele discordamos. Eu mesmo já errei em decisões, mas nosso intuito é sempre buscar o melhor pra carreira dele.

Sobre propostas comerciais como a da Coca-Cola e da Shell, que aconteceram em 2016, como funciona o processo?

Isso é comigo, essa parte eu nem consulto ele. Depois de fechado, eu chego nele, explico o porquê e quais são os benefícios que ele vai ter. Essa questão eu tenho que cuidar sozinho. Publicidade fica comigo. Pra te dar um exemplo, em 2011 o Luan era um artista teen, os fãs eram 90% adolescentes. Nessa época, a gente chegou a ter 30 produtos licenciados, a maioria voltada ao público adolescente e até infantil. Jogo de quebra-cabeça, bonequinho, produtos para um público bem específico. Ele foi crescendo, a idade aumentando, mas continuava com aquele monte de licenciamento adolescente. A gente sentou e concluiu que essa falta de estratégia poderia matar a carreira dele ali. Cortei todos os produtos e hoje temos apenas um licenciado, que é o perfume dele da Jequiti. Há outros trabalhos de publicidade, sim, mas licenciado mesmo só o Jequiti. Se você entrar na loja online dele, vai ver que a gente mudou a cara dela. Você precisa crescer artisticamente em todos os aspectos. Não é só a imagem ou a questão musical, mas tudo que cerca a carreira dele. São nesses momentos que eu te disse que preciso aparecer e tomar decisões importantes pra carreira dele.

img148

Essa mudança de artista teen para adulto deu muito trabalho?

Foi preciso tomar algumas decisões, mas fizemos o que era preciso. Em algum momento as coisas precisariam mudar. Como eu disse, não é só música, é todo o contexto.

É verdade que o Dudu Borges (produtor) já tinha em mente “O nosso tempo é hoje” e o “Acústico” pra justamente reposicionar o Luan como um artista adulto?

Sim, é verdade. Ele já tinha na cabeça esse processo de crescimento musical. O Dudu e o Luan têm uma sinergia muito forte. Ele amadureceu o repertório do Luan.

O Luan e a Som Livre estão juntos há quase oito anos. Qual a interferência da gravadora nas decisões da carreira?

A Som Livre aceita muito nossas ideias, mas ela interfere pouco na carreira do Luan. Quando a gente vai virar uma faixa, nós comunicamos uma semana antes, até porque eles têm que trabalhar o digital. A gente tem um contrato, alguns acordos, mas na carreira eles não tem ingerência. Todas as viradas de faixa passam pela mão do Luan. Nós temos nossas opiniões, analisamos o mercado, mas no fim das contas é ele quem escolhe as músicas de trabalho.

Luan sempre esteve bem colocado nas rádios, mas a liderança pareceu, por muitas vezes, uma obsessão. Em 2016, no entanto, parece que vocês tiraram o pé. É só impressão?

A gente realmente tinha isso como objetivo. Não que deixou de ser importante, mas não somos mais obcecados por isso. Acho que a música é muito mais que uma negociação comercial.

Esse investimento para estar sempre em primeiro lugar não vale mais a pena?

Não, não vale mais. Como a imprensa acompanha uma lista específica da Crowley, a gente precisa estar lá também, mas nós temos hoje outros métodos pra acompanhar o desempenho nas rádios, como a Connectmix e o Spybat. Nós vamos buscar estar bem sempre, mas não a qualquer preço.

news-ll

O rompimento

Uma das poucas vezes em que o Luan ficou na mídia por questões de bastidores foi quando vocês romperam com o Anderson Ricardo, ex-empresário. A situação saiu do controle e foi exposta na mídia…

Foi uma questão que não impactou a carreira, mas gerou muito barulho. A gente não queria isso, não havia motivo. Tudo tem começo, meio e fim, e nós não queríamos causar nenhum tipo de problema. Tanto é que o acordo que ele aceitou no fim de tudo foi o que a gente propôs na primeira conversa. Acabou tendo repercussão e tal, mas graças a Deus a gente resolveu sem precisar ir pra justiça, sem audiência, sem nada.

O que aconteceu pra vocês decidirem seguir sem ele?

Quando o Luan começou a cantar, eu falei pro Anderson: “meu filho vai deixar de fazer faculdade, vai abrir mão de um futuro, então a nossa prioridade vai ser sempre ele. Se for pra cantar cinco ou seis anos e parar depois, a gente já acaba com isso agora”. A coisa começou a andar errado quando o Anderson trouxe o escritório do Luan, que era em Londrina, pra São Paulo. Eu não concordei, pedi pra ele não fazer isso, mas ele veio a toque de caixa. Eu segui em Londrina com o departamento financeiro e pessoal. No início de 2013, nossa arrecadação teve uma queda, os custos estavam muito altos e eu fui discutir isso com ele. Nos reunimos e ele nem chegou a olhar as planilhas, veio com uma ideia de contratar outros artistas, investir em outros projetos. Acabou ali. Esperamos passar a gravação do DVD de Itu, em julho de 2013, para que o projeto não fosse prejudicado. Logo depois, falamos com o Sorocaba, que concordou. Falamos com a equipe, que disse que ficaria conosco, e comunicamos o Anderson como seria. Nós oferecemos R$5,5 milhões, no início da conversa, o que achávamos justo. Ele não aceitou, a discussão se estendeu por quase cinco meses, mas acabamos fechando pelo valor inicial.

Como ele se tornou empresário do Luan?

A primeira empresária do Luan foi a Elizandra, que era compositora da “Falando sério”, entre várias outras músicas. O Anderson era radialista e contratou um show do Luan pra cidade de Mineiros, em Goiás, que faz divisa com o Mato Grosso do Sul. Era dia de finados, 2007. Ele fez uma proposta pra cuidar da agenda e os dois passaram a trabalhar com o Luan. Não demorou muito e a Elizandra e o Anderson se desentenderam. Foi a primeira vez que eu tive que optar com quem ficar. A gente continuou com o Anderson. O Anderson trabalhou muito, pôs o Luan dentro do carro e andou o Mato Grosso do Sul inteiro. Eu tinha feito um pouco disso, esse pé na estrada, mas eu não tinha conhecimento, era só coisa de pai querendo ajudar.

news-ll

E o Sorocaba? 

O Luan conheceu o Sorocaba em um show em Brusque, Santa Catarina. O Sorocaba gostou do fato de ser um cantor solo e eles combinaram de se encontrar um tempo depois, em Campo Grande. Sentamos eu, Luan, Sorocaba e Paulo Pissoloto, ex-sócio do Sorocaba. Eles propuseram gravar um DVD e fazer um trabalho em cima dele, colocariam R$ 200 mil. Nós topamos. Foi o investimento real da carreira do Luan.Pra você ter noção da minha inocência, eu deixei a divisão chegar a 25% pra cada um, o cantor ganhando a mesma coisa que todos os empresários. Depois fui consertando isso com o tempo. Não passou muito tempo e o Anderson e o Pissoloto brigaram, coisa de um ano. Eu, que ficava de longe só acompanhando as planilhas, tive que interferir e tomar uma decisão mais uma vez. Os dois me disseram “ou eu ou ele”. Tive que pesar muita coisa e decidi que continuaríamos com o Anderson e sem o Pissoloto. Cheguei no Sorocaba e o avisei da nossa decisão. Pagamos R$2.750.000 ao Paulo. Em um ano, ele investiu R$ 100 mil e saiu com quase três milhões. Eu nunca quis briga. Parcelamos e pagamos o que era correto. Nosso contrato com o Sorocaba acaba em agosto de 2018, ainda não conversamos sobre renovação.

Você disse que o início de 2013 não foi muito positivo. Foi o pior momento da carreira até hoje?

Não, teve um outro que nos preocupou mais. Você precisa colocar novidade todo ano no mercado, hoje funciona assim. A gente demorou muito do DVD de Itu, “O nosso tempo é hoje” (2013) para o “Acústico” (2015). O DVD mais aproveitado nosso foi o “Acústico”, um ano e pouquinho de trabalho. A distância entre dois projetos foi nosso momento mais difícil. Difícil, quando eu te falo, é em relação a faturamento.

img161

Após uma nota no blog da Fabíola Reipert, no R7, o Luan anunciou que não vai mais fazer programas da Record. A decisão foi sua?

Uns dois anos atrás, ela soltou uma nota com aquelas frases soltas, sugerindo algo entre o Luan e o Guto, amigo nosso que foi personal dele. Quando saiu a primeira notícia, o Sorocaba ligou pro Douglas Tavolaro (vice-presidente de jornalismo da Record), reclamou, e o Douglas ligou pra mim. Eu descasquei, falei tudo que eu queria, disse que ele precisava saber de onde eu vinha, precisava conhecer minha família. Ele me ouviu e prometeu uma solução. De fato, foram dois anos sem sair uma nota sobre o Luan. Agora, recentemente, saiu outra nota no mesmo tom. Eu podia meter no pau, tirar dinheiro, mas não é essa a questão. O Luan se irritou, veio falar comigo e perguntou o que a gente ia fazer em relação a isso. Eu disse que o único jeito era parar de ir na Record. Conversamos eu, Luan e a Arleyde pra ver de que maneira isso seria feito. Luan escreveu uma nota e passou pra Arleyde distribuir pra imprensa. O Tavolaro me ligou de novo, quis conversar, mas eu tava indo viajar. E tá assim até hoje. Enquanto não acontecer alguma coisa, enquanto não houver alguma retratação, algo que realmente chegue às pessoas, ele não volta pra Record. 

Fonte: Revista US

Publicado dia: 05 / 01

Escrito Por: Nathalia Aquino

Nas Categorias: Capa

Luan Santana foca na simplicidade em 2017: ‘Falta que as pessoas se importem com as outras’

Luan Santana foca na simplicidade em 2017: ‘Falta que as pessoas se importem com as outras’

Publicado dia 05 / 01

O ano de 2016 foi sinônimo de sucesso para Luan Santana. Dois troféus no Melhores do Ano do Domingão do Faustão, shows lotados Brasil afora e as boas críticas ao projeto ‘1977’, em homenagem às mulheres, foram apenas alguns destaques na carreira do astro de 25 anos. Em 2017, o jovem completa 10 anos de carreira e impressiona por não ter se iludido com a fama.

“Muita gente fala que a felicidade tá na riqueza, comprar o carro dos seus sonhos, uma casa de luxo. Às vezes, o tempo que a gente tem, as pessoas que ficam longe da gente, é ali que está nossa felicidade”, comenta o hitmaker, bem desprendido. “A gente deixa passar pelos nossos olhos e perde oportunidades em que poderíamos ser muito felizes”, completa.

Nos bastidores do Show da Virada, o dono do hit Eu, Você, o Mar e Ela fez um balanço do ano que passou e revelou o que mais deseja em 2017: “Falta que as pessoas se importem com as outras. A partir do momento que o ser humano entender isso, o mundo vai ser muito melhor. Você precisa parar de olhar só para seu umbigo e se preocupar com os outros também”, conta Luan, que vê como essencial e urgente esta mudança.

Um dos caminhos para unir mais as pessoas é a música, segundo o astro. “Acredito que todas as pessoas são ligadas. Todo mundo acaba chegando no mesmo lugar e eu acho que a música é uma das coisas que unem as pessoas. Nenhuma outra arte no mundo tem essa magia”, reforça ele.

Fonte: Gshow

Publicado dia: 05 / 01

Escrito Por: Nathalia Aquino

Nas Categorias: Notícias

Confirmado! Luan Santana é o mais novo apresentador do Multishow

Confirmado! Luan Santana é o mais novo apresentador do Multishow

Publicado dia 03 / 01

Luan Santana é o mais novo contratado do Multishow. O cantor de apenas 25 anos, vai apresentar um projeto, ainda sem nome, que será apresentado semanalmente toda quarta-feira, e contará com 13 episódios. O programa contará com a presença de personalidades musicais ao vivo, e a previsão da estreia do programa é para junho.

Já haviam boatos que o cantor estava sendo contratado pelo canal fechado, mas até então não havia nenhum posicionamento de sua parte, ou assessoria. Mas hoje, (3), o blogueiro Hugo Gloss noticiou e confirmou o boato em suas redes sociais. Confira:

Luan Santana é o novo contratado do Multishow! Ele vai apresentar um projeto, ainda sem nome, que tera 13 episodios que serao apresentados semanalmente as quartas-feiras. Com estreia prevista pra junho, o programa terá Luan recebendo convidados musicais ao vivo! E ai? Ce topa?

Uma foto publicada por Hugo Gloss (@hugogloss) a

Fonte: Raio Santana | Hugo Gloss

Publicado dia: 03 / 01

Escrito Por: Nathalia Aquino

Nas Categorias: Capa

Luan Santana anuncia mudança radical no visual

Luan Santana anuncia mudança radical no visual

Publicado dia 02 / 01

Durante a festa de Réveillon de Salvador, que foi organizada pela prefeitura local, Luan Santana se despediu de 2016 em grande estilo e deu um show com os seus principais êxitos musicais por volta das duas e meia da madrugada.

Tal como informa o site da “Globo”, durante o intervalo das músicas, Luan Santana decidiu revelar qual é um dos seus objetivos para 2017: deixar crescer o máximo possível o seu #cabelo, tentando ver até onde esse desafio pode dar. O cantor, por causa do seu já cabelo comprido, revelou que é comparado com Tiago Iorc, uma comparação que, na opinião do artista, é muito lisonjeadora.

Sendo uma dos artistas mais desejados pelos fãs no Brasil, Luan Santana não abdica do seu estilo próprio, arriscando muitas vezes no seu visual. Por isso mesmo, e ao contrário do que acontece com muitos artistas jovens que são pressionados pelos seus empresários por causa do seu visual, Luan Santana pretende se aventurar novamente em uma mudança radical, deixando crescer suas madeixas “até onde aguentar”.

Sempre muito animado, Luan Santana conseguiu proporcionar uma entrada inesquecível para muitos dos seus fãs na passagem de ano de Salvador, tendo conseguido juntar milhares de pessoas nas ruas, mesmo subindo ao palco já bem tarde. Como garante o site da “Globo”, os fãs presentes gritavam de uma forma “insana”, enquanto o cantor cantava músicas como “Eu não merecia isso” e “Eu, você, o mar e ela”.

Nas redes sociais, essa decisão inesperada do seu ídolo acabou chocando muitos dos seus fãs, que apesar de gostarem muito do visual atual de Luan Santana, também gostavam de ver o artista com um corte de cabelo mais curto. Arriscado ou não, a verdade é que o ano de 2016 de Luan foi um verdadeiro sucesso, tendo enchido a maioria dos seus shows, um pouco por todo o país, se tornando, de uma forma definitiva, um dos artistas mais seguidos e bem-sucedidos da música brasileira atual.

Fonte: Blasting News

Publicado dia: 02 / 01

Escrito Por: Raio Santana

Nas Categorias: Notícias

Páginas12345678... 97»
Close